UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Aires José ROVER, professor

http://infojur.ufsc.br/aires

 

 


DISCIPLINA - PLANO DE ENSINO


ENGENHARIA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO

 

I – IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

 

Nome:

COMPLEXIDADE, CONHECIMENTO E SOCIEDADE EM REDES

Professor:

Aires José Rover | infojur.ufsc.br/aires

Monitora:

Marisa Carvalho / mar-isa@egc.ufsc.br

Dia da semana e hora:

2as feiras, 18 hs

 

II – OBJETIVOS

 

Capacitar os alunos para a compreensão da complexidade que perpassa a vida dos sujeitos humanos diante dos fenômenos do conhecimento e da sociedade em rede

 

 

III – EMENTA

 

O sujeito: Corpo e mente. Emoções e sentimentos. Teologia e ética. Biologia do conhecer. Individualismo. Inteligência coletiva. História do espaço.

 

A árvore do conhecimento: Teoria do conhecimento. História social do conhecimento. Educação do futuro. Epistemologia genética. Método e idéias. Inteligência da complexidade.

 

A sociedade em rede: Novo paradigma. Economia digital e empresa em rede. Organização caórdica. Formigas e cidades. Formas de governo e pos capitalismo. A geografia da internet. Vida Sustentável.

 

 

IV – METODOLOGIA

 

Aulas expositivas, seminários, debates;

Leituras dirigidas e discussões.

Monitor da disciplina estará à disposição dos alunos.

 

 

V – AVALIAÇÃO

 

 

1. DAS PROVAS:

Não serão realizadas provas escritas

2. DOS TRABALHOS

Serão realizados seminários presenciais em equipe, artigo final sobre temática abordada na disciplina e debate sobre tema polêmico discutido.

3. NOTAS:

Primeira nota: assiduidade e participação;

Segunda nota: seminário;

Terceira nota: artigo.

4. DA FREQÜÊNCIA:

Tendo em vista o que dispõe a legislação educacional, só obterá crédito e nota na disciplina o aluno que comparecer no mínimo a 75% das aulas ministradas. O não cumprimento dessa exigência implica na reprovação do aluno com nota zero, independentemente do resultado das avaliações que ele eventualmente tenha realizado.

 

VI – CRONOGRAMA

 

1.                   introdução

2.                   introdução

 

3.                   O sujeito: Corpo e mente. Emoções e sentimentos. Teologia e ética. Biologia do conhecer.

4.                   Individualismo. Consciência. Inteligência coletiva. História do espaço.

 

5.                   A árvore do conhecimento. Teoria do conhecimento. História social do conhecimento.

6.                   Educação do futuro. Epistemologia genética. Método e idéias. Inteligência da complexidade.

 

 

7.                   A sociedade em rede. Novo paradigma. Economia digital e empresa em rede. Organização caórdica.

8.                   Formigas e cidades. Formas de governo e pos capitalismo. A geografia da internet. Vida Sustentável.

 

Qualquer modificação neste calendário será comunicada com antecedência mínima de uma semana.

 

 

 

 

VII – BIBLIOGRAFIA

 

 

 

O sujeito:

 

1.       DAMÁSIO, António. Em busca de Espinosa: Prazer e Dor na ciência dos Sentimentos. SP: Cia das Letras, 2004.

2.       SUNG, Jung Mo. Sujeito e sociedades complexas. RJ: Vozes, 2002.

3.        MATURANA, Humberto, A ontologia da Realidade, Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1997.

4.       LIPOVETSKY, G. Os tempos Hipermodernos. SP: Barcorolla, 2004.

5.       LÉVY, Pierre. A conexão planetária - o mercado, o ciberespaço, a consciência São Paulo: Editora 34, 2001.

6.        LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva. Por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo. Edições Loyola, 1998.

7.        WETHEIM, M. Uma história do Espaço - De Dante à Internet. RJ: Zahar, 2001.

 

O conhecimento:

 

1.        MATURANA, Humberto R. VARELA, Francisco J. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 2001. 288p.

2.        HESSEN, JOHANNES  Teoria do Conhecimento Coimbra: Arménio Amado, 1978

3.        BURKE, Peter. Uma história social do conhecimento: de Gutenberg a Diderot. Rio de Janeiro : J. Zahar, 2003

4.        MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Trad. Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanne Sawaya. 3a ed. São Paulo: Cortez. Brasília: UNESCO, 2001.

5.        MORIN, Edgar. A inteligência da complexidade. SP: Peiropolis, 2000.

6.        MORIN, Edgar. O método. 4. As idéias. Porto Alegre: Sulina, 1998.

7.       AXELROD, Robert and COHEN, Michael D. Harnessing Complexity: organizational implications of a scientific frontier.  New York: The Free Press, 2000

8.       PIAGET, Jean. Epistemologia genética. Tradução de Alvaro Cabral. São Paulo: M. Fontes, 1990. 115 p.

 

A sociedade em rede:

 

1.        CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

2.        TOURAINE, Alain. Um novo paradigma. Petropolis: Vozes, 2006.

3.       JOHNSON, Steven. Emergência. A dinâmica de rede em formigas, cérebros, cidades e softwares Jorge Zahar Editor, 2003.

4.        TAPSCOTT, Don. Economia digital: promessa e perigo na era da inteligência em rede. São Paulo: Makron Books, 1997.

5.       NONAKA, I. ; TAKEUCHI, H. Criação de Conhecimento na empresa Rio de Janeiro: Campus, 1997

6.        HOCK, Dee. Nascimento da era caórdica. Cultrix, 1999.

7.        DRUCKER, P. Sociedade pós-capitalista  São Paulo : Pioneira, 1993

8.        CASTELLS, M.   A galáxia da Internet: reflexões sobre a Internet, os negócios e a sociedade. RJ: Zahar, 2003.

9.        CAPRA, F. As Conexões Ocultas.  Ciência para uma vida sustentável. Editora Cultrix Amana Key. São Paulo. 2002.